Bulldog Inglês
Idioma: Português Inglês Espanhol
Reserva do Rei Bulldog Inglês

Você está em: Início > Bulldog Inglês > Artigos




O seu Bulldog tem PPPP?

Toda vez que entregamos um filhote, tentamos passar o máximo de informações aos proprietários para que ele possa crescer e se desenvolver da melhor forma possível junto à nova família.


Geralmente, o momento que antecede à aquisição do filhote é péssimo para esse fim, pois, com razão, todos estão loucos para ter o filhote em mãos e levá-lo para casa. Então, muitas informações importantes são perdidas/esquecidas.


Tentando achar uma forma de repassar ao menos os cuidados básicos aos novos proprietários de um Bulldog, criei uma regra simples de 4 (quatro) itens, todos eles começando com a letra “P”: PROTEÍNA, PESO, PASSEIO e PISO.



Começamos pela PROTEÍNA, aqui representada basicamente pelo uso de uma ração Premium ou, preferencialmente, Super Premium. A raça Bulldog, além de gozar de um excelente apetite, é exigente quanto à qualidade do alimento. Por isso, nada de economia na hora de escolher a ração. Tudo aquilo que for economizado em nutrição cobrará seu preço em pelagem, desenvolvimento ósseo/muscular, fezes e até mesmo sistema imunológico. Vale lembrar que o uso de guloseimas, embora permitido, deve ser controlado, sob pena desse “extra” acabar competindo/substituindo com o alimento Super Premium. Lembre-se: muito embora perfeitamente adaptado ao nosso estilo de vida, o Bulldog é essencialmente um carnívoro. Então, a palavra de ordem ainda é Proteína!



O PESO ideal está intimamente relacionado com a Proteína e, por isso, será mais facilmente alcançado com o uso de uma ração de qualidade. Sempre brinco com as pessoas que visitam nosso canil que todos os nossos Bulldogs passam um pouco de fome. Se comessem tudo aquilo que têm vontade já teriam morrido ou estariam sofrendo com problemas de saúde em função do sobrepeso. Essa é a realidade do Bulldog, um cão glutão e que ganha peso muito rápido! No caso do filhote, esse tópico merece um destaque maior, pois estamos falando de um cão brincalhão, que cresce muito rápido. O desenvolvimento da musculatura, ossos e tendões nem sempre acompanha o seu ganho de peso. Além desse aspecto, outro que chama atenção é a anatomia peculiar do Bulldog, sendo fato que a quase totalidade dos exemplares possui algum grau de displasia. Então, um filhote acima do peso certamente será um candidato a ter problemas de aprumos ou até desenvolver uma displasia de grau maior com reflexos em sua qualidade de vida. O cuidado com o peso também se aplica aos cães adultos, principalmente em função da respiração, coração e articulações. Enfim, procure uma dieta capaz de manter o Peso ideal em todas as fases da vida de seu Bulldog!



O PASSEIO representa aquela atividade física diária compatível com as limitações da raça. Ter uma rotina de passeios irá trazer muitos benefícios à saúde física e mental do seu Bulldog, a começar pela manutenção do peso ideal. Muitas vezes, apenas uma dieta correta, em quantidade e qualidade, não será capaz de colocar seu Bulldog em forma. Por isso a importância de uma atividade física, respeitando o calor e as limitações de cada cão. O mesmo se pode dizer da parte muscular, pois toda vez que temos um Bulldog forte temos também um cão com menor risco de problemas articulares e com uma melhor condição cardiorrespiratória. Por fim, mas não menos importante, está o stress causado pelo confinamento e o acúmulo de energia, os quais muitas vezes acabam gerando inúmeras patologias físicas e comportamentais. Então, mexa-se, vamos ao Passeio!



Por fim, por ser um cão pesado desde filhote, o PISO não-escorregadio é vital para o perfeito desenvolvimento ósseo e muscular do filhote, pois dará segurança às brincadeiras e atividades físicas. Evite exercícios/brincadeiras com seu Bulldog em locais onde o tipo de piso possa facilitar deslizes e escorregões. O mesmo se pode dizer do uso de escadas, assim como subir e pular do sofá. Se o chão da casa ou apartamento escorrega, mais um motivo para que os exercícios ocorram no pátio ou em parques, de preferência num belo Piso de grama!


Se você conseguir combinar os 4 “P’s” na rotina do seu Bulldog, certamente terá uma cão mais feliz, longevo e com uma melhor qualidade de vida.



Fonte: www.reservadorei.com.br

Outros Artigos



Voltar