Bulldog Inglês
Idioma: Português Inglês Espanhol
Reserva do Rei Bulldog Inglês
Nosso Gongarbulls Pompidou é BISS na 13 Nacional Abrabull!!

Você está em: Início > Bulldog Inglês > Artigos




Entrevista com o Criador - Juan Antonio Mari (Crusheds-Espanha)

Juan Mari

Segue nova e interessante entrevista desta vez com o destacado criador Juan Mari, proprietário do tradicional Canil Crusheds, da Espanha (Fonte Canil Landbull/RJ - www.landbull.com).


Nome: Juan Antonio Mari


Canil: Crusheds


Tempo de Criação: 11 anos (1994)


1-Você pretende ser árbitro ?
Poderia ser, mas não é minha primeira prioridade. Ser juiz é um sinônimo de problemas.


2- O que significa ser criador de bulldog em um país como a Espanha, que é o segundo mais forte da Europa ?
Bem, o mesmo que em outros países. Ser um criador é uma responsabilidade grande com a raça que você ama. Você tem que garantir seriamente a qualidade e a saúde do bulldog.


3- Quais as qualidades que você considera mais importantes em um bulldog ou qual você prefere ?
A saúde é muito importante, mas ninguém pode se esquecer que a cabeça é a identidade da raça. De qualquer maneira, o bulldog deve ser um cão equilibrado e essa é uma grande qualidade.


4- Por que você começou a criar bulldogs ?
Eu gosto desde que eu era uma criança, Eu tive livros, retratos, etc. Quando economicamente eu pude comprar um eu comprei. O resto veio sozinho.


5- Quais as maiores dificuldades hoje para se criar bulldogs na Espanha ?
Penso que nós "fechamos" o sangue, todos têm o mesmo sangue ou linhas similares de sangue. Isso nos faz um país com lotes de cães bons, mas agora nós necessitamos renovar nosso sangue com cães novos, realizar o outcrossing. O problema é achar bons reprodutores com sangues compatíveis.


6- A criação espanhola está no mesmo nível que a inglesa ?
Não. Eu gostaria de dizer sim, mas não. Há alguns cães que poderiam ser mostrados em cada país e com a mesma qualidade que os campeões ingleses, mas na Inglaterra há a base da raça. Podemos dividir da seguinte forma: Inglaterra: "cães de alto nível numa pequena parcela do todo", "cães de nível médio numa parcela enorme do todo" e "cães de baixo nível uma pequena parcela do todo". Na Espanha há "uma classe elevada pequena" "uma classe média pequena" e uma enorme "classe baixa". Esta é a diferença.


7- Quais os principais cuidados que se precisa ter para criar bulldogs ?
Naturalmente, sendo informado. A informação é o que lhe dá o conhecimento. É muito importante achar a melhor linha de sangue do seu cachorro e não se impressionar com um título de campeão.... . Os últimos padreadores em U.K. não eram os campeões.


8- Quais sugestões você faria ao criador iniciante?
Pense sempre em melhorar a raça nunca no dinheiro. Nunca use um cão como padreador que tenha os mesmos problemas que sua cadela e nunca tente fazer o cão perfeito em uma cruza. Produzir é um trabalho longo, se você fizer um trabalho correto com o tempo você vai produzir bons cães.


9- Qual alerta ou conselho daria a quem pretende importar um bulldog e quais cuidados devem ser observados para se evitar aborrecimentos e decepções?
Infelizmente nesta raça cara há cães bons e ruins. Muitos reprodutores espanhóis pensam que um cão médio na Espanha será um campeão na América do Sul e cobra o preço de campeão para um animal de estimação, um pet. Para saber quem é quem, o que produzem etc., não gaste seu dinheiro em ilusões, em um filhote ruim. Uma outra coisa importante é que as passagens aéreas não são tão caras hoje em dia, compre uma passagem e vá ver seu filhote de perto, se gostar compre. Você escolhe cada laranja quando você compra no mercado e custa um dólar. Você vai gastar milhares de dólares e deixa um desconhecido escolher o filhote para você?


10- O que achou das mudanças promovidas no padrão pela F.C.I. e como isso afeta a raça?
Eu penso que afeta basicamente a saúde, então é bom pensar assim.


11 - Ao seu ver quais as principais diferenças na linhagem americana e inglesa?
Não há muitos cães americanos aqui na Espanha, mas o que eu penso é que o tipo americano é mais magro e talvez melhor para exposições. O tipo inglês é mais técnico. Eu acho que os reprodutores americanos têm que olhar para frente para o prognatismo e as orelhas.


12- O que acha do acasalamento entre as linhagens americana e inglesa?
Se o americano tiver um tipo correto, por que não? Para mim não há duas raças diferentes. O único padrão válido é o do kennel club inglês (assim como eu acho que o k.c. brasileiro deve ser o único para o fila brasileiro). Se os americanos quiserem uma raça diferente podem a fazer com um nome diferente, mas nós estamos falando sobre o bulldog inglês.


13- Cruzamento "aberto" ou "fechado"? o q vc mais utiliza In breeding, line breeding ou outcross ?
Depende do que você necessita em cada momento. Se você estiver começando a fazer sua própria linha de sangue você necessita do inbreeding. Para reparar as qualidades que você quer então será o linebreeding. Mas às vezes você necessidade de outcrossing para refrescar o sangue ou então inbreeding outra vez, se for necessário.


14- Com qual a periodicidade você faz a vermifugação de filhotes e adultos?
Vacinar os filhotes com 45, 60 e 90 dias e depois de ano em ano.


15- Você acha que o piso do canil influencia nos aprumos do animal e qual piso você usa no seu canil?
Estou certo disso! Em um assoalho ruim as patas abrem para os lados e para baixo. O cão nunca pode deslizar no canil. Meu canil é feito de cimento e de grama. Eles também têm que ser grandes, talvez um bulldog possa viver em um kennel de 2 ou 3 m², mas será melhor em maior espaço. Os nossos são bem maiores e com bastante lugar para brincar e em um lugar aberto. Eu acho que os cães ficam prejudicados quando vivem em um canil olhando apenas pra parede. Andar com o cachorro todo dia é a melhor coisa pra passar o tempo.


16- Criação de bulldogs é um negócio ou uma paixão?
Eu acho que é uma paixão que dá dinheiro. Não para viver, mas ao menos você pode fazê-lo sem gastar seu dinheiro. Outros passa-tempos nos fazem gastar muito dinheiro e relaxar pouco, ao menos você pode investir o dinheiro nos cães e em seu conforto.Pode ser um negócio, por que não? A paixão por bulldogs precisa de reprodutores assim como a paixão por carros precisa de peças, mas sempre recordando que são animais vivos e sensíveis. Nós devemos ser honestos e tentar trabalhar da melhor forma.


17- Em sua opinião o que pode ser feito para se aprimorar a qualidade das arbitragens?
Honestamente o mais importante é o conhecimento e o padrão da raça. Sabendo essas duas coisas você será um bom juiz. Há uns lotes dos dois tipos e ninguém é perfeito. Quando você vai a uma expo você vai realmente ouvir a opinião do juiz. Se você não puder aceitar sua opinião não vai à mostra. Se você não puder aceitar a opinião honesta do juiz, não vá à expo. Ninguém forçou você a ir.


18- O que diria a quem pensa em criar visando o "lucro fácil"?
O problema nas "fábricas de cães" é que o "criador" busca primeiramente o lucro, a rentabilidade do seu negócio e não a qualidade, ser um criador é ser como nós que vivemos com e pára nossos cães. Nós criamos buscando o nosso tipo de bulldog. Isso inclui gastar dinheiro em matrizes, viajar para exposições, gastar dinheiro com a melhor alimentação e essas coisas são muito caras. Sendo assim, se o "fabricante" cria com qualidade e dá tudo que é necessário aos cães, não há problemas. Se o "fabricante" é um produtor de "pet", faz um mal trabalho para a criação e as pessoas precisam saber o que ele faz de mal.


19- Um bulldog espanhol, um de linhagem americana e um de sangue inglês?
Na Espanha, os melhores cães que eu realmente coloquei em um salão da fama são cães ingleses e não espanhóis. Há cães espanhóis agradáveis, mas em minha opinião um salão da fama é um lugar especial e os cães colocados devem ser especiais. Essa é a razão para dizer que os ingleses ainda estão em outro nível.


20 - Um criador espanhol e um estrangeiro?
Um espanhol eu posso citar Antonio Martí (Toiro), é um criador honesto e bom. Trabalha sempre para melhorar a qualidade e com um número pequeno de cães e está produzindo cães bons desde 1980. Estrangeiros, posso citar Peter e Jeanne (Hobtop - Inglaterra) que têm a mesma filosofia que Martí. Eu os conheci há muitos anos e só vi 5 ou 6 cães e estão sempre no topo, produzindo campeões ingleses e vencedores de Best in Show (BIS).


21- Uma mensagem aos amantes da raça bulldog?
Os criadores da raça podem ser as melhores pessoas no mundo mas é uma profissão dura e deve ser feita sempre com seriedade e com responsabilidade, ter um número de cães que você possa cuidar. Primeiramente apreciar o bulldog, seu caráter, sua felicidade, seu amor com as pessoas, isso é o que realmente importa. As exposições de cães têm que ser um lugar para os amantes de bulldogs, para conversar e fazer amigos, nunca um lugar para disputas. De qualquer forma, um julgamento é somente a opinião de uma pessoa, não uma sentença.



Fonte: www.landbull.com

Outros Artigos



Voltar